CORVO MC BRASIL

Ser um "corvo" significa ter um estilo, uma filosofia de vida própria, ou pelo menos tentar ter.

terça-feira, 29 de março de 2016

O velho corvo está ficando lento. O jovem corvo não está. Das coisas que o jovem corvo não conhece O velho corvo sabe muito.
No conhecimento das coisas, o velho corvo Ainda é mestre do jovem corvo. O que o corvo velho e lento não sabe? — Como andar mais depressa.
O jovem corvo voa para cima e para baixo, E faz círculos em volta do corvo velho e lento. O que o corvo jovem e veloz não sabe? —Para onde ir.

Nunca odeie seus inimigos, isso afeta seu julgamento.
O Poderoso Chefão

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015



CORVOS MOTO CLUBE







Só quem é coletado sabe as estradas escuras, sombrias, neblinas , frio as vezes chuva que enfrentou só para representar seu Moto Clube e prestigiar o evento ... Quem é coletado sabe o prazer de ouvir o nome do seu Moto Clube em lugares que frequenta ... Sabe a responsabilidade de carregar um Brasão a Bandeira e a história de seu Moto Clube . Então qdo vc é convidado para entrar num grupo sinta-se lisonjeado pq ja foi percebido por alguém ou alguns ... Ao aceitar o convite vista seu colete e seja mto humilde, aprenda incansavelmente, escute , cale-se na hora certa , respeite aquele que tem histórias pra contar , sua hora vai chegar ... Para alguns , poucos meses para outros , muitos meses mas lembre-se vc esta sendo observado. Ao escolher um padrinho ou madrinha, respeite-o ele vai batizar um ser que começa a engatinhar pq ninguém é batizado qdo morre e sim qdo nasce ... Apenas um conselho de quem está pouquinho tempo no meio só 18 anos ... to aprendendo ainda !!! Respeite seu Presidente, seus companheiros, seu Brasão e acima de td respeite vc mesmo 
Tem coisas que me fazem tão bem mas tão bem, que até esqueço da mesquinharia alheia, do mau humor, de gente que vive de mal com a vida, das pessoas que não me olham na cara, não me sorriem, não importam-se comigo. Tem coisas que eu admito que valem muito mais, do que qualquer coisa sem graça. Eu faço minha própria felicidade, independente do outro, do que ele pensa, ou não. Porque eu tenho espelho em casa, tenho o reflexo do meu coração, e sou dono dos meus atos, e sentidos. Mexeu comigo, mexeu com minha maneira de ser, de querer. Eu decido.Eu enfrento. Aceito, ou não, o que quiserem me oferecer. Prefiro poucos e sinceros, prefiro gente amiga por perto. Prefiro uma tarde fria de inverno, com o sol fraco batendo no rosto, caminhando, motocando pelas largas avenidas, praças, ou me estreitando entre rostos desconhecidos. Na verdade, o que eu sou, eu levo comigo. Nos olhos, no pensar. E meu pensar é tão íntimo, que se deixo escapar pelos olhos, é porque ganharam minha confiança, meu amor, meu coração. Tem coisas que são extremamente simples, fáceis de conviver. Esqueço a arrogância do mundo, de alguns que se julgam tão superiores. Como disse, minha bagagem é da alma. O restante ficará por aqui, pra quando me for. Mas aquela essência, aquela coisa de querer ganhar o mundo, nem que seja com o maior abraço do mundo, já acalma e me traz paz interior... O que pensam, o que dizem, deixo pra posteridade. Sou feliz à minha maneira: Estou à vontade com meus pés no chão ou a alguns centimetros dele...